28/10/2020

Jornal Online

Confira as Principais Notícias do Brasil e do Mundo

Bolivianos vão às urnas em clima de tensão e desconfiança; acompanhe a cobertura

Cerca de 7 milhões de bolivianos vão às urnas neste domingo (18), das 8h às 17h, para eleger presidente, vice-presidente, deputados e senadores do Estado Plurinacional. Luis Arce, do partido Movimento ao Socialismo (MAS), é apontado como favorito pelas pesquisas de intenção de voto. Atrás dele, estão o ex-presidente Carlos Mesa (Comunidade Cidadã), representante da direita tradicional, e o empresário Luis Fernando Camacho (Acreditamos), considerado um dos operadores do golpe de 2019.

Todas as pesquisas apontam para a possibilidade de vitória de Arce em primeiro turno – segundo alguns institutos, no limite da margem de erro. Para isso, o candidato do MAS precisa fazer mais de 40% dos votos e abrir 10 pontos percentuais sobre o segundo colocado. Nas últimas três pesquisas, a diferença para Mesa está entre 7 e 10,5 pontos.

Fora da Bolívia, o sinal de alerta também está ligado. No Brasil, na Argentina e no Chile, que têm as maiores comunidades bolivianas, eleitores acusam o Órgão Eleitoral Plurinacional (OEP) de dificultar o acesso a informações e de desrespeitar o direito ao voto.

O MAS é o partido preferido dos imigrantes bolivianos desde que o voto no exterior foi instituído, em 2009. No ano passado, Morales teve 71% da preferência no Brasil e 58% na média dos votos fora da Bolívia.

Edição: Vivian Fernandes

Fonte