28/10/2020

Jornal Online

Confira as Principais Notícias do Brasil e do Mundo

Movimentos distribuem 400 marmitas em SP: "Gente é para brilhar, não morrer de fome"

Em 19 estados de todas as regiões do Brasil, mais de 100 ações contra a fome foram realizadas desde 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, como parte da Jornada Nacional de Lutas contra a Fome e por Soberania Alimentar.

Em São Paulo (SP), ações da Campanha Periferia Viva estiveram espalhadas por toda a capital, vinculadas ao tema do direito à alimentação. Na zona sul, a Escola Paulo Freire, em parceria com a Campanha Gente é Para Brilhar, distribuiu 400 marmitas para famílias de baixa renda das comunidades do Boqueirão e do Jardim São Savério.

No Brasil, uma alimentação de qualidade é assegurada pela lei nº 11.346/06. No entanto, atualmente 10,3 milhões de brasileiros passam o dia sem fazer todas as refeições, segundo dados do IBGE de 2018. O quadro foi agravado pela pandemia da covid-19 e fez o país voltar ao Mapa da Fome, onde não estava desde 2014. 

O dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, foi criado para refletir sobre o quadro atual da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 821 milhões de pessoas passavam fome no planeta em 2018. Uma média de uma em cada nove pessoas.

Edição: Vivian Fernandes

Fonte